Parece que a Volkswagen adiará o lançamento da atualização do Golf no Brasil. O restyling do modelo era esperado para o final deste ano, com as vendas começando em dezembro, mas a montadora alemã deve concentrar seus esforços na nova geração do Polo, que acaba de abrir no país. O compacto é a grande aposta da marca para incomodar rivais na categoria, liderada por Chevrolet Onix e Hyundai HB20.

Golf
Golf

Outro fator que tende a atrasar a renovação do Golf é o baixo desempenho do carro nas vendas. Entre janeiro e agosto, o modelo emblemático vendeu de apenas 3,108 unidades e é o segundo mais vendido da categoria, atrás da Chevrolet Cruze, que possui 4.748 unidades acumuladas no mesmo período. Parte da redução das vendas no segmento é creditada ao sucesso de SUVs compactos, cujos preços são planos.

O VW Golf ganhou sua sétima geração no mercado brasileiro em 2013, inicialmente importada da Alemanha. Mais tarde, a escotilha chegou ao México e foi nacionalizada em janeiro de 2016, com produção em São José dos Pinhais (PR). A tropicalização eventualmente trouxe algumas mudanças importantes, o modelo trocou a caixa de velocidades DSG de dupla embraiagem e o Tiptronic automático e perdeu a suspensão multi-link na parte traseira.

Com a cidadania brasileira, o Golf ganhou duas novas motorizações. Primeiro veio a opção do novo 1.6 16V MSI (120 cv e 16.8 kgfm de torque), então o Volks instalou o TSI 1.0 TSI turbo de três cilindros, capaz de produzir potência até 125 cv e um bom torque de 20,4 kgfm de 2.000 rotações. Com o restyling, que deverá estrear nos primeiros meses de 2018, espera-se que o modelo mantenha os motores, mas algumas mudanças podem surgir.





Conteúdo Correspondente:

Escreva um comentário