Author

Flavio Baptista

Browsing

Com a chegada do Urus, a Lamborghini está se ramificando em um novo território. Mas aparentemente o crossover não é o único novo tipo de veículo que a marca italiana está oferecendo nos dias de hoje.

A Lamborghini revelou uma nova linha de bicicletas elétricas em seu museu de fábrica em Sant’Agata Bolognese. Não está realmente fazendo as e-bikes em si. Em vez disso, eles são licenciados para um fabricante especializado chamado Italtechnology. Mas eles apresenta a marca da famosa fabricante de supercarros mesmo assim.

A gama Lamborghini e-bike da Italtechnology inclui dois modelos iniciais. Há uma mountain bike projetada para uso off-road e outra versão de estrada projetada para aceleração rápida.

Ambos apresentam pinturas criadas pela divisão Ad Personam da Lamborghini, usando cores de pintura normalmente reservadas para os supercarros da empresa. Eles serão vendidos on-line e em varejistas especializados a partir do próximo mês.

Lamborghini bicicleta
Foto : Lamborghini bicicleta elétrica | Divulgação em evento

Estes são os primeiros veículos elétricos de duas rodas que vimos com o nome e logotipo da Lamborghini. Mas eles não são as primeiras bicicletas que a montadora italiana adicionou à sua linha. No mês passado, no Salão Automóvel de Genebra, apresentou uma bicicleta de estrada produzida por Cervélo Cycles.

Manual ou elétrico, qualquer um soa como apenas o conjunto de rodas para jogar nas costas de um Urus. Ou andar nas ruas da cidade (ou fora do caminho comum) onde um grande Lamborghini não faria o truque.

É claro que a marca Raging Bull não é a única a emprestar seu nome a uma linha de bicicletas. Até mesmo outras montadoras exóticas, como a Aston Martin e a McLaren , formaram parcerias semelhantes. 

Quase uma dúzia de estados norte-americanos e Washington prometeram defender os padrões federais de eficiência automobilística contra uma proposta proposta nesta semana por Scott Pruitt, chefe da Agência de Proteção Ambiental.

“Todos os americanos … merecem desfrutar de carros com baixo consumo de combustível e caminhões leves que economizam dinheiro, melhoram nossa saúde e apoiam os empregos americanos”, disseram os procuradores-gerais de 11 estados em uma declaração em resposta à proposta de Pruitt. Segunda-feira para aliviar os padrões da era Obama.

Os padrões exigiam aproximadamente dobrar em 2025 a eficiência média de combustível dos novos veículos vendidos nos Estados Unidos para cerca de 80 quilômetros por galão. Os defensores dizem que ajudam a estimular a inovação em tecnologias limpas e reduzir as emissões do dióxido de carbono do gás do efeito estufa.

Há muito tempo, a Califórnia tem permissão de uma isenção da EPA para impor padrões mais rigorosos do que Washington às emissões de alguns poluentes. E outros 12 estados seguem a liderança da Califórnia em carros mais limpos.

Escapamento de Carro

Os procuradores-gerais, de estados como Nova York, Iowa e Massachusetts, disseram que desafiariam uma reversão no tribunal. O Procurador Geral da Califórnia, Xavier Becerra, já ameaçou processar em defesa dos padrões.

A declaração, também assinada por mais de 50 prefeitos de todo o país, disse que as montadoras vêm progredindo no cumprimento dos padrões nacionais e que os custos de conformidade foram menores que os projetados.

Executivos da indústria automobilística não buscaram publicamente reduções específicas nos requisitos negociados com o governo Obama em 2011 como parte de um acordo de resgate. Mas eles pediram a Pruitt e ao presidente Donald Trump que revisem os padrões para que se torne mais fácil e menos custoso atingir as metas. Pruitt defendeu sua decisão na sede da EPA na terça-feira.

“Não temos nada a pedir desculpas em relação ao progresso que fizemos na redução das emissões como país”, disse Pruitt. A EPA garantirá que os consumidores dos EUA não precisem comprar automóveis mais caros como resultado dos padrões de eficiência, disse ele.

Pruitt, um ex-procurador-geral de Oklahoma, um grande produtor de petróleo, foi criticado por políticos depois de relatos de que pagou bem abaixo das taxas de mercado para morar em um condomínio pertencente a um lobista que lida com questões supervisionadas por sua agência. Trump e o chefe da Casa Branca, John Kelly, telefonaram para Pruitt nesta semana para dizer que o Apóiam.

A unidade sul-coreana da General Motors propôs a suspensão de um dos dois turnos em uma fábrica perto de Seul, informou um boletim interno da União visto pelo site da Reuters, pelo aumentando da incerteza sobre o destino da fábrica enquanto a montadora americana enfrenta queda nas vendas.

A Coreia do Sul informou nesta segunda-feira que suas vendas domésticas em março caíram pela metade desde o ano anterior, aprofundando um declínio após o anúncio da planejada reestruturação da operação deficitária.

A empresa controladora disse em fevereiro que iria fechar sua fábrica na cidade de Gunsan, no sudeste do país, e decidir sobre o destino de suas três fábricas remanescentes na Coreia do Sul, em meio a crescentes perdas no país.

“Temos que lutar para que o futuro da linha de montagem No.2 [na cidade de Bupyeong] não siga o da fábrica de Gunsan”, disseram os sindicatos da linha de montagem no boletim.

A newsletter mostrou que a proposta de suspender o segundo turno em uma das duas fábricas em Bupyeong foi feita na quarta-feira, durante uma reunião com delegados sindicais na fábrica.

General Motors
General Motors

Um porta-voz da GM Coreia disse que a empresa está considerando mudar um sistema de turnos na fábrica, mas ainda não discutiu o assunto com o sindicato.

Cerca de 2.600 trabalhadores da GM Coreia, o equivalente a cerca de 15% de seus funcionários, solicitaram um pacote de compra que a montadora americana ofereceu como parte da reestruturação, disseram autoridades sindicais.

O porta-voz disse que a segunda maior fábrica, que faz os sedans de Malibu e o crossover de Captiva, nos arredores de Seul, estava com metade da capacidade. A fábrica de Bupyeong No.1, no entanto, que faz o cross cross Trax, estava operando a plena capacidade, disse ele.

Exportações da GM na Coreia

As exportações da GM Coreia declinaram nos últimos anos desde que a montadora americana retirou sua marca Chevy da Europa, um importante mercado para a produção coreana.”A proposta é preocupante”, disse um funcionário do sindicato à Reuters.

A usina está funcionando em dois turnos, mas por apenas dois dias por semana, e verá mais quedas na produção, com a produção do Captiva para terminar este ano, disse ele.

“A imagem da empresa está em queda livre desde que anunciou o fechamento da fábrica. A empresa, e não o sindicato, é a culpada”, disse ele.

Enquanto a presença da montadora no mercado sul-coreano é pequena e a maioria dos carros é destinada à exportação, a contínua queda nas vendas destaca a relutância dos potenciais clientes em adquirir veículos da GM, dada a incerteza sobre suas operações, disseram observadores do mercado.

A GM Coreia registrou uma queda de 58 por cento nas vendas locais em março, para 6.272 unidades, em comparação ao ano anterior, informou a empresa em comunicado.

A montadora registrou vendas totais de 41.260 veículos em março, incluindo exportações, em comparação com 50.850 no ano anterior. Suas vendas domésticas despencaram 48% em fevereiro, ano a ano.

Os rivais ganharam, com a Hyundai Motor Co. aumentando as vendas domésticas em 6% e as da Kia Motors em 2%.

Apesar de ter mudado recentemente de design no Brasil, a Honda City já tem sua próxima geração sendo desenvolvida na Índia, segundo o site Autocar India. Informações sobre como o sedã será ainda são escassas, mas uma das possibilidades apontadas pelo fabricante é a chegada de uma versão híbrida. A nova cidade é um dos seis novos modelos prometidos à Índia até 2020, incluindo CR-V, Civic (já reestilizado), HR-V e a nova geração do sedã Fit Amaze, exclusivo para a Ásia.

A informação veio quando a Autocar India perguntou à Honda se a City receberia a combinação do motor diesel 1.5 com a troca CVT, assim como o pequeno sedã Amaze. Executivos da Honda disseram que não porque o sedã atual já estava chegando ao fim, mas eles estavam estudando este motor para a nova cidade em 2020

Eles estão estudando a possibilidade de lançar uma versão híbrida de Fit e City, de olho nos novos padrões de emissão Bharat Stage 6, que entrarão em vigor na Índia em 2020. Yoichiro Ueno, diretor da Honda India, disse ao site Economic Times que precisa modelos para atender às metas de emissão.

 Honda City

Embora já venda versões híbridas do Fit e City no Japão, a Honda mudará a tecnologia. Saia do atual sistema i-DCD e entre no novo i-MMD que estreou no Accord Hybrid e mais recentemente foi lançado no inédito Insight (que servirá como um substituto para o Civic Hybrid). No Insight, esse conjunto rende até 23,4 km / l na cidade.

Considerando o quanto a Honda gosta de seguir o rosto da família, podemos esperar que a nova cidade tenha um design semelhante à nova geração do Accord. A barra cromada da grade seria menor, para dar mais destaque ao logotipo da empresa, e seus fins invadiriam os faróis. O interior manteria um aspecto familiar, diferenciado pelo novo centro multimídia e pelo painel de instrumentos.

A Volkswagen confirma a produção de Gol e Voyage com câmbio automático. A revelação foi feita na última semana, durante evento na fábrica de Taubaté em São Paulo, onde fica a linha de montagem dos modelos. Pablo Di Si, presidente da marca alemã para a América Latina, disse que a produção começa no segundo semestre deste ano e faz parte da ofensiva de 20 novos produtos até 2020 no Brasil, como resultado do investimento de R $ 7 bilhões .

Tanto o Volkswagen Gol quanto o Voyage receberão a mesma transmissão automática de seis velocidades usada na linha Polo e Virtus. Produzido na Argentina, esta transmissão será acoplada ao motor 1.6 16V MSI de 117 cv, substituindo o atual 1.6 8V EA111 de 104 cv  essa mudança de motorização ainda não foi confirmada pela marca.

Além da mudança na mecânica, o par receberá outro restyling, desta vez recebendo grade e faróis semelhantes aos da pickup Saveiro renovada.

Volkswagen Gol
Volkswagen Gol

Esta nova versão com transmissão automática pode ser chamada Exclusive. O nome foi registrado pelo fabricante no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para Gol e Voyage. Já a mudança visual será aplicada através da linha, também mudando os modelos com o motor 1.0 MPI de 82 cv.

Apesar da novidade, a fábrica de Taubaté continuará operando em dois turnos. Atualmente, o complexo produz 900 carros por dia, com capacidade total de 1.300 unidades. São produzidos Gol, Voyage e compact Up!, Com 3.300 funcionários. Di Si afirma que não há planos para introduzir um novo modelo em Taubaté.

O Grupo Volkswagen tem armazenado quase 300.000 veículos que foram comprados de volta de clientes pela empresa devido ao escândalo do Dieselgate“, para caber tantos modelos foram necessários 37 instalações de armazenamento nos Estados Unidos para guardar os modelos.

Os estacionamentos temporários da VW incluem um estádio suburbano fechado de futebol de Detroit, uma antiga fábrica de papel de Minnesota e um cemitério no deserto perto de Victorville, Califórnia.

A porta-voz da Volkswagen, Jeannine Ginivan, disse que os veículos estão sendo armazenados em caráter provisório.

Eles são “rotineiramente mantidos de maneira a garantir sua operacionalidade e qualidade a longo prazo, para que possam ser devolvidos ao comércio ou exportados assim que os reguladores dos EUA aprovarem as modificações de emissões apropriadas”, disse ela.

No total, a VW concordou em gastar mais de US $ 25 bilhões nos EUA para reclamações de proprietários, reguladores ambientais, estados e revendedores e se ofereceu para comprar de volta cerca de 500.000 veículos norte-americanos poluidores. As recompras continuarão até o final de 2019.

Um processo judicial disse até 31 de dezembro que a Volkswagen havia readquirido 335.000 veículos a diesel, revendido 13.000 e destruído cerca de 28.000 veículos. No final do ano passado, a VW estava armazenando 294.000 veículos em todo o país.

Volkswagen está armazenando 300.000 mil veículos recomprados de clientes
Volkswagen está armazenando 300.000 mil veículos recomprados de clientes

A VW deve comprar de volta ou consertar 85% dos veículos envolvidos até junho de 2019 ou enfrentar pagamentos mais altos por emissões.

A empresa informou em fevereiro que consertou ou consertou quase 83% dos veículos cobertos e espera em breve atingir a exigência.

Até meados de fevereiro, a VW emitiu 437.273 cartas oferecendo quase US$ 8 bilhões em indenizações e recompras.

Em abril de 2017, a Volkswagen foi condenada a três anos de liberdade condicional depois de se declarar culpada de três acusações criminais e pagou US $ 4,3 bilhões em multas federais. A montadora admitiu, em setembro de 2015, contornar o sistema de controle de emissões nos veículos a diesel dos EUA para veículos vendidos desde 2009, o que motivou a renúncia do diretor executivo da empresa, Martin Winterkorn.

Em abril de 2017, a Volkswagen foi condenada a três anos de liberdade condicional depois de se declarar culpada de três acusações criminais e pagou US $ 4,3 bilhões em multas federais. A montadora admitiu, em setembro de 2015, contornar o sistema de controle de emissões nos veículos a diesel dos EUA para veículos vendidos desde 2009, o que motivou a renúncia do diretor executivo da empresa, Martin Winterkorn.

A surpresa da Volkswagen para o salão de Nova York foi o conceito da Atlas Tanoak. A pickup de cabine dupla é o primeira caminhonete a ser baseado na plataforma MQB da VW e é basicamente um estudo de design criado para avaliar as reações do público.

O conceito é impulsionado pelo motor V6 de 3,6 litros e 27 6cv combinado com um automático de oito velocidades e o sistema de tração nas quatro rodas 4Motion. A VW afirma que o Tanoak é capaz de atingir 0-60 mph em 8,5 segundos.

A VW diz que o conceito do Atlas Tanoak Pickup foi batizado em homenagem a uma espécie arbórea que é nativa da costa do Pacífico nos EUA e pode crescer até 135 pés de altura, o que é uma boa maneira de apontar a flexibilidade da arquitetura MQB, como o conceito Atualmente, é o maior veículo que utiliza esses fundamentos.

Atlas Tanoak
Atlas Tanoak

Atlas Tanoak qual o seu tamanho?

O conceito Tanoak é de 214,1 centímetros de comprimento, tornando-se 15,8 centímetros mais longo do que o Atlas SUV, colocando-o no segmento de caminhonetes de médio porte de acordo com os padrões dos EUA. Largura é 79,9 polegadas, a altura é de 72,6 polegadas, enquanto a distância entre eixos é de 128,3 centímetros de comprimento -11 centímetros mais longo que o Atlas.

O Atlas Tanoak fica 9,8 centímetros acima do solo para melhor desempenho off-road, enquanto as rodas de 20 polegadas são envoltas em pneus 275/55. O leito de carga tem 64.1 polegadas de comprimento e 57.1 de largura (50.4 polegadas entre os poços das rodas) e pode facilmente ser montado em ATVs e bicicletas de sujeira com a porta traseira para baixo.

É melhor que o seu modelo atual

A montadora alemã diz que apesar do Tanoak ser baseado no Atlas SUV, a carroçaria foi completamente redesenhada, especialmente a partir do encosto do pilar B. O tratamento mais robusto da dianteira inclui novos faróis e DRLs, um capô do motor levantado, pára-choque diferente e um guincho montado centralmente. A nova grade recebe uma exibição de iluminação animada, com luz branca passando sobre as duas barras cruzadas.

As alças nas portas traseiras são integradas nos pilares C, enquanto as defensas traseiras são fortemente queimadas para uma aparência propriamente dinâmica. A porta traseira recebe tiras de LED vermelhas em sua área superior e inferior, com o logotipo Atlas no meio, com iluminação animada.

O interior fica a cinco e foi fortemente redesenhado do Atlas SUV. O painel de instrumentos possui a tela do Cockpit Digital e o sistema de infoentretenimento também recebe uma bela tela sensível ao toque, mas não tão agradável quanto a do novo Touareg . A iluminação ambiente está integrada no painel de instrumentos e na consola do tejadilho, enquanto a consola central apresenta a nova alavanca do câmbio da caixa automática de oito velocidades.

O Sonata de médio porte da Hyundai era indiscutivelmente uma referência da categoria até que a geração  que entrou de 2010. Mas frustrantemente, o carro foi redesenhado em 2014 que continuou com alguns detalhes  da aparência e deixou o Sonata meio atrás no mercado global.

Felizmente, a montadora sul-coreana parece estar aprimorando sua linguagem de design – como fica evidente com o impressionante conceito Le Fil Rouge apresentado no Salão de Genebra deste ano . Agora, e se o Le Fil Rouge se transformasse na Sonata de oitava geração da Hyundai, como poderia ser? Vamos dar uma olhada em uma projeção para o modelo.

Felizmente para nós, é na verdade o slogan da Hyundai para o seu novo DNA de estilo que será incorporado na futura linha de veículos da marca. Estranhamente, se olhar para o lado, isso significa que o próximo Sonata irá incorporar linhas do conceito ,  com ênfase em proporções, detalhes entre eixos.

O estilo frontal para este estudo é uma evolução agressiva do carro atual, com uma grade tipo Ferrari inclinada para a frente como um tubarão pronto para atacar. Enquanto o Le Fil Rouge tinha uma linha de caracteres desajeitada ao longo do lado, isso foi atenuado com um vinco muito mais elegante. Outro aspecto do conceito que precisava ser resolvido é a estufa curva apesar de parecer bonita, ela não ficava bem gelada com outros elementos de design angular em toda a carroceria.

Um segmento competitivo

Indiscutivelmente o maior obstáculo para qualquer participante da categoria sedan de tamanho médio é a concorrência acirrada e pura atração de mercado que o segmento de SUV de agora. As pessoas simplesmente não estão comprando muito sedans  como costumavam fazer , então por que a Hyundai deveria fazer um novo Sonata?

A resposta está em apelo – o produto precisa ser desejável, mas prático. Enquanto o novo Camry , Accord e Mazda6 lá na Europa trouxeram algum apelo visual ao jogo, eles não vão longe o suficiente. A Hyundai precisa pensar radicalmente e, sem dúvida, o conceito Le Fil Rouge é um bom lugar para começar.

Fonte: https://www.carscoops.com/

O chefe da Mercedes-AMG, Tobias Moers, já confirmou que o próximo A45 AMG terá uma potência de mais de 400 cv, tornando-o o mais poderoso hatchback do mercado. Mas se você ainda acha que não é suficiente, há um treinador alemão pronto para lhe vender um A45 com 550 cv!

Mercedes-AMG A45
Mercedes-AMG A45

Este pequeno “monstro” é feito por Posaidon, conhecido empresa alemão, e apesar de ter o Mercedes-AMG A45 como base, pode produzir mais 169 cv e 185 Nm de torque.  O motor de 2.0 litros deste A45 fornece 550 cavalos de potência e 660 Nm de torque, o último tendo que ser limitado eletronicamente para preservar a durabilidade dos componentes.

Para conseguir esse aumento em potência, a Posaidon usou um novo sistema de exaustão de titânio com uma válvula eletrônica ajustável, um novo turbocompressor, um filtro de ar maior e uma unidade de controle eletrônico (ECU) reconfigurada.

Mercedes-AMG A45

Para lidar com esse poder, a Posaidon também foi forçada a modificar a caixa de câmbio de embreagem dupla e automática de sete marchas e o sistema de tração integral 4MATIC. E como se este aumento de potência não fosse suficiente para um carro deste tamanho, este treinador alemão já confirmou que no futuro encontrará uma maneira de fazer com que esta caixa de velocidades consiga mais de 660 Nm de binário!

Posaidon não revelou a velocidade máxima deste modelo nem o registro que faz na aceleração de 0 a 100 km / h. Mas uma coisa é certa: será rápido …

A Nissan prometeu manter sua liderança em veículos elétricos e almeja lançar oito novos veículos elétricos e atingir vendas anuais de 1 milhão de veículos eletrificados até 2022. A segunda maior montadora do Japão disse que também trará 20 modelos com tecnologia de condução autônoma para 20 mercados e atingirá 100% de conectividade em todos os novos modelos Nissan e Infiniti.

Nissan Leaf
Nissan Leaf

Os novos alvos reforçam o plano de médio prazo MOVE para 2022 apresentado pelo CEO Hiroto Saikawa no ano passado durante os seis anos consecutivos até o ano fiscal que terminou em 31 de março de 2023.

Como parte do plano, a Nissan quer elevar a receita anual global no período para 16,5 trilhões de ienes (US $ 160,0 bilhões), contra os 12,8 trilhões de ienes (US $ 120,0 bilhões) registrados no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2017. Ela também quer um margem de lucro operacional sustentável de 8%.

O diretor de planejamento Philippe Klein e outros executivos anunciaram os componentes de produto e tecnologia do plano em uma reunião na sexta-feira na sede mundial da Nissan.

A estratégia de crescimento da Nissan concentra-se em investimentos pesados ​​em três pilares: eletrificação, condução autônoma e conectividade. Objetivos de eletrificação em negrito compreendem a maior parte dos novos alvos, à medida que a Nissan aumenta sua resposta a uma investida de novos participantes no segmento de EV.

A Toyota Motor, por exemplo, informou no ano passado que lançará 10 veículos elétricos até o início de 2020 e venderá 5,5 milhões de veículos eletrificados, incluindo veículos híbridos e movidos a hidrogênio até 2030. Este mês, o Volkswagen Group anunciou que expandirá a produção de veículos elétricos para 16 anos. fábricas em todo o mundo até 2022 e até 3 milhões por ano até 2025.

Por enquanto, no entanto, a Nissan continua sendo a maior vendedora de veículos elétricos do mundo, graças ao Leaf EV lançado em 2010. Ela vendeu mais de 300.000 Leafs desde então.

A meta de vendas da Nissan de 1 veículo eletrificado em 31 de março de 2023 inclui puramente elétricos e híbridos. O resultado será impulsionado pela introdução da nova configuração de e-Power da Nissan, um sistema híbrido extensor de alcance já vendido no Japão e que, em seguida, trará para outros mercados.

Condução autônoma

Na condução autônoma, a Nissan fez incursões sólidas com seu conjunto ProPilot de sistemas avançados de segurança, que incluem rastreamento de pista e recursos de frenagem de emergência. A Nissan oferece o pacote em quatro placas de identificação, os crossovers Leaf, Rogue e Qashqai e a Serena van.

Até à data, vendeu cerca de 110.000 veículos equipados com o ProPilot em todo o mundo.

Em 2022, a tecnologia será lançada em mais 20 modelos e terá como meta vendas de 1 milhão de veículos por ano. A Nissan lançará o sistema ProPilot da próxima geração, que permite a troca automática de faixas nas rodovias, por meio de um programa experimental no Japão no próximo ano. Depois disso, o sistema de mudança de faixa da rodovia será introduzido nos novos modelos de crossover EV e Infiniti.

A Petrobras anunciou outro reajuste que já entrou em vigor nesta quinta-feira (22/3), para o  preço médio da gasolina sem chumbo nas refinarias aumentará 1,83%. O valor será de R$ 1.625 contra R$ 1,5960 em vigor. Enquanto isso, o litro médio nacional de litros A aumentará em 2,4% para R $ 1,8181, contra R$ 1,7751

Gasolina
Gasolina

A nova política de revisão de preços foi anunciada pela petroleira em 30 de junho do ano passado. Com essa nova política , a Petrobras tem a esperança de  acompanhar as condições que o mercado impõe , para deste modelo enfrentar a concorrência dos importadores.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente.

Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, as informações sobre câmbio e preços internacionais pesam.

A BMW expandirá sua família i de carros elétricos com o sedan totalmente elétrico i4.O BMW i4 será um dos 12 modelos de baterias elétricas que a BMW pretende ter nos showrooms até 2025. Atualmente, o único modelo movido a bateria da marca BMW é o hatchback da cidade i3. O único outro modelo do i subrand é o esportivo híbrido plug-in i8.

BMW i4
BMW i4

Krueger não deu uma data para a introdução do i4, que será uma versão de produção do conceito i Vision Dynamics revelado no salão do automóvel de Frankfurt em setembro.

Perguntado se a i4 virá depois do iNEXT que a BMW disse que lançará em 2021 como seu “portador de bandeira de inovação”, disse Krueger: “Vamos ver”.

O i4 será produzido na fábrica da BMW em Munique, onde constrói modelos de 3 e 4 séries, disse Krueger no Salão do Automóvel, no início deste mês.

A BMW Group planeja lançar 25 modelos eletrificados em suas marcas até 2025. Aproximadamente metade deles será totalmente elétrica e alimentada pela tecnologia de bateria e transmissão da quinta geração.

Um novo Mini elétrico será lançado no próximo ano, seguido em 2020 por um BMW X3 totalmente elétrico. Estes serão seguidos em 2021 pelo iNEXT.

A partir de 2021, os VEs da montadora serão capazes de oferecer um alcance totalmente elétrico de até 700 km (435 milhas) e seus híbridos plug-in terão um alcance elétrico de até 100 km (62 milhas), disse a BMW.

A BMW garantiu os direitos de nomenclatura dos emblemas i1 a i9 e iX1 para iX9, uma vez que busca se beneficiar da mudança da indústria em direção a carros movidos a bateria.

A Ford pode ter cancelado a reformulação planejada do Fusion, mas isso não impediu da empresa de anunciar planos para revelar um modelo atualizado no Salão do Automóvel de Nova York . Definido para ir à venda nos Estados Unidos neste verão, o novo Fusion 2019 apresenta um exterior modestamente revisado com uma nova grade e tampa do porta-malas.  O carro também foi equipado com faróis de neblina atualizados e novas luzes traseiras LED.

Novo Ford Fusion
Novo Ford Fusion

As mudanças internas são limitadas, mas a Ford simplificou a linha de modelos e instalou equipamentos adicionais. O Fusion S de nível básico agora vem de fábrica com o conjunto Co-Pilot360 Protect de sistemas de assistência ao motorista . Os recursos padrão incluem a frenagem de emergência automática com detecção de pedestres, um sistema de aviso de ponto cego, assistente de manutenção de faixa, uma câmera retrovisora ​​e faróis de máximos automáticos.

A mudança para o Fusion SE recompensa os compradores com um motor EcoBoost de 1,5 litros e um sistema automático de climatização de zona dupla. O modelo também possui um sistema de info entretenimento SYNC 3 com tela de 8 polegadas, além de um hotspot WiFi que suporta até dez dispositivos diferentes. Os clientes também podem solicitar um Fusion Hybrid SE que apresenta um motor de quatro cilindros com ciclo de Atkinson de 2,0 litros e uma transmissão continuamente variável.

O Fusion SE Luxury foi descartado e substituído pelo novo Fusion SEL e Fusion Hybrid SEL. Ambos os modelos estão equipados com um banco do condutor eléctrico de 10 posições, bancos dianteiros aquecidos e estofos “ActiveX”. Outros destaques incluem faróis de LED, um volante revestido de couro, um espelho retrovisor de escurecimento automático e “acentos interiores quentes.”

O Fusion Titanium e o Fusion Hybrid Titanium vão ainda mais longe, pois têm volante aquecido, bancos dianteiros aquecidos e ventilados e navegação GPS. Os modelos também possuem um moonroof, rodas de 19 polegadas, cintos de segurança traseiros infláveis e um sistema de controle de cruzeiro adaptável com funcionalidade stop and go.

O plug-in híbrido Fusion Energi está disponível exclusivamente em acabamento Titanium e possui uma nova bateria de iões de lítio de 9 kWh que permite ao modelo viajar até 25 milhas (40,2 km) apenas com eletricidade. Esta é uma melhoria de quase 20%, e a Ford estima que 48% dos atuais clientes híbridos de plug-in podem agora ir e voltar de seus trabalhos apenas com eletricidade.

Por último, mas não menos importante, o Fusion V6 Sport regressa à linha de produção com um motor EcoBoost V6 de 2,7 litros, produzindo um binário líder de 325 cv (242 kW) e 380 lb-ft (514 Nm). Está ligado a uma caixa automática de seis velocidades e a um sistema de tração integral.

A Volkswagen anunciou uma novíssima opção de seu SUV Atlas que será revelada no salão de NY 2018, com base na plataforma MQB, mas com 5 em vez de 7 lugares. Nós esperamos esse anúncio desde que o chefe da região da montadora da América do Norte, Hinrich Woebcken, afirmou no ano passado que mais variantes do Atlas estavam chegando.

Volkswagen Atlas - 5 lugares
Volkswagen Atlas – 5 lugares

Nós também sabemos que a VW registrou anteriormente nomes como Atlas Allsport e Cross Sport, então este novo carro poderia muito bem adotar um dos dois estilos

“O Atlas construiu um forte impulso para a Volkswagen no segmento SUV, e estamos empolgados em expandir nosso portfólio SUV com este novo SUV de cinco passageiros montado em Chattanooga”, disse Woebcken. “Nós não estamos apenas comprometidos com este mercado, estamos comprometidos com a nossa casa de fabricação dos EUA em Chattanooga, no Tennessee”.

Embora não tenhamos muito a percorrer quando se trata de seu estilo (os esboços tendem a exagerar muito), uma parte traseira do tipo Coupe pode estar em jogo, ao julgar pelo design o teto inclinado e pelo C-Pilar relativamente curto. Quanto ao design da frente, parece muito agressivo em comparação com o que recebemos com o Atlas de 7 assentos , quase uma mistura entre o último e o Arteon.

A VW irá investir cerca de US$ 340 milhões para lançar o novo Atlas de 5 lugares, além dos US$ 900 milhões já investidos para preparar a fábrica de Chattanooga para a chegada do modelo regular de 7 lugares.

O novo Atlas de 5 assentos será o terceiro modelo da VW montado ali, juntamente com o Atlas original e o Passat.

Uma mulher morreu depois de ser atingida por um carro autônomo do Uber no Arizona, Estados Unidos, disse a polícia local. A empresa suspendeu imediatamente todos os testes com a tecnologia no país  e no Canadá, informou a Reuters.

Uber Carro Autônomo
Uber Carro Autônomo

O acidente ocorreu no final da noite de domingo em Tempe, perto de Phoenix, e envolveu um carro da Uber em modo autônomo. Por lei, os testes em carros sem motorista são feitos com um “operador” humano ao volante, para recuperar o controle em caso de necessidade. Nenhum veículo autônomo 100% está à venda.

A polícia local disse que a mulher estava fora da famosa faixa pedestre quando foi atropelada pelo veículo. Ela foi levada ao hospital, mas morreu por causa de seus ferimentos. Uma imagem divulgada pela rede ABC mostra uma bicicleta amassada ao lado do carro de Uber.

Um porta-voz de Uber expressou arrependimento pelo acidente e disse que a empresa está cooperando com as autoridades na investigação. A Uber levou seus carros autônomos para o Arizona no final de 2016 depois que eles foram proibidos de dirigir em San Francisco por falta de permissão.

Em março do ano passado, também em Tempe, um desses veículos estava envolvido em um acidente e caiu. Ninguém foi gravemente ferido na colisão.Naquela época, Uber também suspendeu imediatamente os testes, que foram retomados três dias depois.

O Mercedes-AMG GT4  acaba de ser divulgado em Genebra, e pela Daimler , e ficou bem claro  que carro será um rival do Porsche Panamera. O carro de corrida alemão de alto desempenho chega ao salão suíço exibindo músculos e enviando uma mensagem para a Porsche. A luta entre as duas promessas é monumental e, em primeiro lugar, o novo carro da divisão de poder da Mercedes não exibe uma e não duas, mas três configurações de motorização, todas focadas em oferecer cavalaria digna de um esportivo.

Mercedes-AMG GT4
Mercedes-AMG GT4

O primeiro dos três é a versão GT 53 4MATIC +, que oferece um motor Biturbo V6 3.0. Nesta configuração conta com um motor a gasolina de 435 CV, integrado a um turbocompressor elétrico para rotações baixas e um normal com força através dos gases de escape. Assim, o AMG elimina o temível turbo lag no esporte

Além disso, o Mercedes-AMG GT 53 4MATIC + também possui um segundo motor elétrico, que oferece 22 cavalos e 25,3 kgfm. Em suma, a opção “frugal” do cupê Daimler de quatro portas varia de 0 a 100 km / h em 4,5 segundos e tem um máximo de 285 km / h, sem limitador de velocidade.

O Mercedes-AMG GT4 ainda conta com a versão o GT 63 4MATIC +, que traz o V8 4.0 Biturbo de 585 cv  que vem uma força de 81,2 kgfm. Com isso, o GT4 começa a partir da imobilidade até 100 km / h em apenas 3,4 segundos e com uma velocidade máxima de 310 km / h.

Finalmente, o AMG finalmente reservou a cavalaria para o GT 63 S 4MATIC +. Lá, o supersport da Mercedes coloca no campo 639 cv com um torque de 91,4 kgfm. Nesse caso, o tempo cai e “voa” de 0 a 100 km / h em 3,2 segundos, atingindo a velocidade final de 315 km / h. Mas não só isso, o AMG GT4 também vem com outros itens para fazer a diferença na batalha com o Panamera.

O V8 4.0 Biturbo, por exemplo, possui um sistema roll-off para torná-lo mais econômico no modo Conforto. No AMG GT 53 4MATIC +, a suspensão é por molas helicoidais, mas possui amortecedores adaptativos e opções opcionais de roda traseira. Além disso, possui uma transmissão AMG Speedshift 9G-DCT de dupla embreagem com nove engrenagens.

Leilão de motos apreendidas pela receita federal. O que é … como participar … Saiba agora nesta matéria irá mostrar para você como participar de um leilão da receita federal e como comprar motos em boas condições, a um preço bem abaixo da Tabela Fipe. Confira.

O que é o Leilão de motos apreendidas pela Receita Federal

Também como o Detran, a receita federal também é uma agência que promove eventos de leilão para realizar o trabalho vendas de motos apreendidas, trazendo ao público inúmeras motocicletas para compra com previsão de qualidade e as boas condições das mesmas. O evento promovido pela receita é um mecanismo de negociação bem conhecida aqui no em nosso país e acabando sendo na maioria das vezes bem prático.

O evento conta com muita segurança e uma determinação financeira no valor dos lotes muito baixa em comparação com os abusos indicados nas lojas e concessionárias na compra de novas motos.

Oferecendo motos de todos os tipos que são legalmente apreendidos pelas ações da receita federal no Brasil, as edições de leilão ocorrem em todos os estados do país, sem exceções, em datas previamente agendadas, que são registradas e devidamente informadas no site da receita federal.

Com novas propostas para negociar, fica mais fácil comprar uma moto do seu agrado por um preço muito mais econômico e cheio de vantagens. Compreenda a importância do leilão promovido pela receita e descubra como participar neste ótimo evento para ganhar oportunidades valiosas em sua compra.

Como o Leilão da Receita Federal  funciona

O evento promovido pela receita federal, sempre é divulgado pelos principais jornais, é um evento já conhecido pelo público, com oportunidades e ofertas na compra de motocicletas.

Este tipo de licitação, ou seja, o leilão de motos apreendidas, está em conformidade com os padrões comerciais da receita como meio utilizado pela administração pública para a venda de bens móveis, servindo como forma legal e regularizada de adquirir motos apreendidos ou penhorados por preços muito menores do que seus valores originais da concessionária.

A moto leiloada fica para o comprador que oferecer a oferta mais alta, o leilão receita funciona como qualquer outro, oferecendo o arremate das motocicletas ao indivíduo que fazer a maior oferta em questão, considerando isso igual ou superior ao valor estimado pela avaliação anterior dos leiloeiros.

→ Clique aqui para acessar os próximos eventos da Receita em 2018

 

Já pensou em trabalhar em umas das maiores empresas de veículos no Brasil? Com salário e mais benefícios compatíveis com sua função, então confira  as vagas de emprego Chevrolet . Você pode se interessar pelas oportunidades de carreiras que a empresa oferece, veja esse post até o final.

Vagas de Emprego Chevrolet

A Chevrolet (General Motors) é uma empresa automotiva global cuja premissa é conquistar clientes para toda a vida.Segundo a empresa, ela está  empenhada cada cliente com o máximo de  respeito. “Nós nos preocupamos com eles, não só quando eles compram um veículo novo, mas durante o tempo que eles possuem”.

As vagas de emprego Chevrolet  fornece uma boa experiência para os  funcionários que incluem diversidade, sustentabilidade e desenvolvimento de carreira.

Atualmente a montadora conta com  cerca de 215 mil funcionários trabalhando em várias partes do mundo. No Brasil conta com as seguintes unidades: São Caetano, São José dos Campos, Gravataí, Mogi das Cruzes, Joinville, Sorocaba e Indaiatuba

Chevrolet no mercado brasileiro

A Chevrolet liderou as vendas comerciais automotivas  no Brasil pelo segundo ano consecutivo, sem precedentes na trajetória no país. Foi também a marca de mais rápido crescimento em termos de volume em 2017, totalizando 394,1 mil unidades (veículos ) vendidos – um aumento de 48,2 mil veículos em relação ao ano anterior.

E neste ano de 2018 as vagas de emprego Chevrolet promete ter muitas oportunidades em diversas áreas de atuação com bons salários.  

Veja os 10 modelos mais vendidos da marca na América do Sul:

  • Onix (235,9 mil)
  • Prisma (104,4 mil)
  • S10 (46,3 mil)
  • Cruze (44,7 mil)
  • Tracker (35,5 mil)
  • Sail (34,7 mil)
  • Spin (34,6 mil)
  • Cobalt (25,6 mil)
  • Spark (23 mil)
  • Montana (15,4 mil)

Cuidado com as Fraudes

Cuidado com os golpes de ofertas de emprego! Este aviso destina-se informar você leitor , que certas pessoas que se passam como recrutadores de Chevrolet ou funcionários estão divulgando, recrutando, emitido links para candidatos e falsas cartas de entrevista, a fim de cobrar fraudulentamente aos candidatos por taxas.

A Chevrolet (General Motors) não cobra nenhuma taxa  de inscrição para vaga , durante ou após o processo de contratação. A GM nunca autorizou qualquer pessoa ou agentes a emitir mensagens, cartas de emprego aos candidatos ou taxas de cobrança por seu envolvimento.

Vagas de Empregos Chevrolet no Brasil

Há vagas de emprego Chevrolet disponíveis no brasil em diferentes cidades , confira as vagas oficiais direto no site da empresa no link abaixo :

E curta nossa página Facebook para receber novas vagas de emprego de grandes empresas em primeira mão:  https://pt-br.facebook.com/autosnovos

A Toyota Motor já está planejando a fabricação de novos pneus sem ar para ajudar a reduzir o peso dos veículos elétricos de bateria e de combustível e aumentar o desempenho, mesmo que a tecnologia esteja a poucos quilômetros de estar pronta para uso comercial.

novos pneus sem ar
novos pneus sem ar

A fabricante de automóveis está usando pneus sem ar com motores individuais em cada roda , em um veículo pela primeira vez com seu automóvel com hidrogênio, Fine-Comfort Ride , revelado no salão de Tóquio , disse o engenheiro chefe Takao Sato em uma entrevista. “Uma vez que esses pneus compreendem uma faixa de borracha que circunda um cubo de plástico e alumínio, a premissa é que eles poderiam um dia compensar o peso dos motores.” disse ele.

Novos pneus sem ar conheça o conceito

Atualmente, o conceito de pneus pesa o mesmo que os seus primos pneumáticos, mas Sato está contando com a evolução da tecnologia que pode ajudar a retirar 5 quilos (cerca de 30 por cento) do peso de cada pneu até 2025.

A Sumitomo Rubber Industries, que forneceu os pneus e testou-os em minicars e carrinhos de golfe “kei” locais, disse que outros fabricantes de automóveis japoneses também estão interessados, especialmente para os pequenos EVs.

“Para as montadoras, a atração de pneus sem ar é para veículos eletrificados”, disse Sato. Enquanto o Toyota Fine-Comfort Ride é o tamanho de um SUV crossover, “essas rodas podem ser usadas em qualquer veículo eletrificado”, disse ele.

Toyota planeja construir novos pneus sem ar
Toyota planeja construir novos pneus sem ar

Wako Iwamura, chefe do projeto de pneus sem ar de cinco anos na Sumitomo Rubber, disse que seu objetivo pessoal é ter um produto comercial pronto até 2020.

O fabricante japonês de pneus é realmente um participante atrasado no mundo dos novos pneus sem ar, seguindo outros, incluindo Bridgestone e Michelin & Cie. O Tweel Michelin – uma combinação de pneus e roda – está atualmente disponível para cortadores de grama, carrinhos de golfe, maquinaria de construção e recreação e etc..

A tecnologia ainda não está comprovada nos carros de passageiros, e os fabricantes precisarão convencer os fabricantes de automóveis e o público de que estão seguros.

Um pneu mais leve é ​​apenas um dos objetivos da Iwamura. O outro desafio a superar é a resistência ao rolamento, ou o atrito que funciona contra o pneu quando está em movimento. Ele estima que é 10 por cento a 20 por cento pior do que pneus pneumáticos atuais, um nível inaceitável para veículos que precisam espremer cada quilômetro do intervalo de condução de suas baterias de iões de lítio.

O custo, no entanto, não será um obstáculo. Iwamura diz que seus pneus já são comparáveis ​​em preços aos cheios de ar.

A Chevrolet acaba de lançar uma série especial do seu carro esportivo tão conhecido mundialmente, na versão intitulado como Camaro Hot Wheels. Para quem cresceu vendo as propagandas dos carrinhos na TV, agora poderá ter um na garagem da sua casa. Um dado curioso, a montadora de carros foi fundada em 1966 e os famosos carrinhos de mão chegaram ao mercado em 1968.

Chevrolet Camaro Hot Wheels
Chevrolet Camaro Hot Wheels

O Camaro Hot Wheels

Em 2018 empresa Mattel que criou os carrinhos tão conhecidos comemora 50 anos. Para comemorar a data, a GM lançará uma série especial do Camaro, como o modelo figurou entre as 16 miniaturas que compunham a coleção de desde da estréia do brinquedo. Desde então, a maioria das versões Camaro foram cobertas por Hot Wheels na escala 1:64.

Chevrolet Camaro Hot Wheels

O Camaro Hot Wheels estará disponível para venda nas versões conversíveis com 2LT coupe e 2SS, em um pacote adicional de US$ 4.995 ( R$ 16.683). Com início das vendas no primeiro trimestre de 2018.

Chevrolet Camaro Hot Wheels

O pacote comemorativo do Camaro Hot Wheels apresenta a cor exterior exclusiva em listras de laranja e graffiti sob o capô. Do lado, o emblema do Hot Wheels 50th Anniversary foi encaixado no para-choque dianteiro. As rodas são de 20 polegadas e as pinças de freio seguem a cor do corpo.

Chevrolet Camaro Hot Wheels

No interior, o emblema do quinquagésimo aniversário foi colocado no volante, coberto de couro e no limiar da porta. Os assentos são de couro em laranja e preto. Alguns detalhes nas portas e no painel têm o mesmo tom.

Chevrolet Camaro Hot Wheels

O carro totalmente elétrico mais vendido do mundo já tem passaporte carimbado para o Brasil, mas deve chegar apenas em 2019. Depois do comercio no Brasil em um projeto restrito como um táxi, o Nissan Leaf parece que agora terá chance de abrir as vendas efetivamente no mercado brasileiro.

Nissan Leaf
Nissan Leaf

De acordo com as informações divulgadas pelo site G1, o carro elétrico 100% foi confirmado para o nosso mercado pelo presidente da Nissan, Marcos Silva, durante o Salão do Automóvel de Tóquio.

Ainda não há uma data oficial para o lançamento do Nissan Leaf no país, mas não deve acontecer em 2018. É mais provável que aparece em 2019.

O veículo elétrico 100% é o mais vendido no mundo, o modelo que andou nas ruas brasileiras no passado foi a primeira geração, e agora a Leaf está em sua segunda geração, apresentada ao mundo em setembro.

Sem a nova geração no Brasil, a Ford irá reformular o New Fiesta fabricado aqui para torná-lo mais parecido com o modelo europeu. Programado para lançamento no final deste ano, o hatch renovado apareceu pela primeira vez nas fotos que circulam nos grupos WhatsApp do grupo New Fiesta Club no Facebook.

New Fiesta Flagra
New Fiesta Flagra

À medida que as várias flagras do modelo apareceram, o New Fiesta obtém um novo para-choque dianteiro, uma grade mais fina e sem hastes horizontais, faróis com projetores e luzes LED diurnas. Nos carros de teste, a parte traseira parecia não ter nenhuma mudança. O carro receberá rodas novas. Embora não tenha uma imagem direta do interior, sabemos que estará equipado com o centro multimídia Sync 3, com tela flutuante de 6.5 “sensível ao toque, a mesma que já possui sua versão sedan.

New Fiesta Flagra
New Fiesta Flagra

A má notícia é que a mecânica não mudará agora. As fontes ligadas à marca disseram, ao contrário do esperado, que o Fiesta não receberá o novo motor de três cilindros de 1,5 litros, que gera 137 cv e 16,1 kgfm de torque, nem a transmissão automática de seis velocidades. Essa mudança deve acontecer apenas na linha 2019, quando eles começam a produção deste motor em Camaçari (BA) – atualmente é importado da Índia. A marca prefere se concentrar no EcoSport, uma vez que o Fiesta é um carro de baixo volume.

Sem o novo motor, o Fiesta seguirá com 1.6-litros 128 cv 16-kgfm, que pode ser combinado com o manual de 5 velocidades ou Powershift de 6 velocidades. Para os modelos mais caros é o 1.0 EcoBoost 125 cv e 17.3 kgfm, sempre em conjunto com a transmissão Powershift. Agora que enfrentará o Fiat Argo e o Volkswagen Polo, ele deve estar mais equipado, recebendo itens Focus como sete airbags e estabilidade eletrônica e controle de tração.

Sony e Polyphony Digital não só estão comemorando o lançamento do Gran Turismo Sport, eles estão comemorando 20 anos da série que fascinou inúmeros fãs da unidade virtual, que desde 1997 apreciaram esta série.

Gran Turismo
Gran Turismo

Conforme revelado através das redes sociais, em um vídeo cheio de informações sobre o fornecimento da série Gran Turismo ao longo dos anos, a Sony revelou que já foram vendidos mais de 76,90 milhões de jogos Gran Turismo.

A Sony diz que este é o número total de cópias vendidas em todo o mundo em março de 2017 de todos os jogos lançados pela Polyphony Digital desde a chegada do primeiro jogo no PlayStation original

A Sony destaca a popularidade que o Gran Turismo ganhou na América do Norte e na Europa, elogiando a capacidade dos jogos desenvolvidos por equipes liderados por Kazunori Yamauchi para entreter pessoas com todas as suas ideias.

Agora, a série entra em uma nova fase com a chegada do Gran Turismo Sport.

Para comemorar o lançamento na mídia internacional da nova geração do X3 , a BMW divulgou oficialmente como o modelo irá chegar ao mercado e conta com mais detalhes ainda na sua nova versão no segmento SUV compacto premium. Atualmente em sua terceira geração, o veículo continua a desafiar os gostos do Audi Q5 e Mercedes-Benz GLC.

Novo BMW X3 2018
Novo BMW X3 2018

O Novo BMW X3 2018 cresceu em tamanho em comparação com o seu antecessor, mas se você não é uma pessoa de carro, então, as chances são de que você não vai notar ao ar livre, apesar de sua grade 3D e painéis reformados, todos os quais têm uma evolução desenhar.

No interior do BMW X3 2018, A fabricante escolheu focar o layout do painel em torno em torno do volante , e isso só pode significar que deve ser muito emocionante para se sentar ao volante, teoricamente, pelo menos, porque ainda temos que saber se ele depende de seu antecessor, ou melhor ainda, se for superior a isso. A BMW fez uma adição muito interessante à programação do novo X3 , que vem na forma da versão M40i.

Esta é a primeira variante M Performance da programação e usa um motor de linha de linha de 3.0 litros que oferece torque de 360PS (355 cv) e 500Nm (369lb-ft) ao solo. Nada para 100 km / h (62 mph) leva 4,8 segundos e a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km / h (155 mph).

A especulação foi grande sobre a marca Chevrolet anunciando a produção do Equinox SUV na Argentina. Com isso o Carlos Zarenga, presidente da GM Brasil e Argentina, anunciou o investimento de US$ 300 milhões na fábrica em Santa Fe, Argentina, para a produção de um novo “veículo global”, que será produzido ao lado de Cruze e Cruze Sport6 a partir de 2020.

Chevrolet
Chevrolet

Zarenga disse que o novo modelo da marca é um produto sem precedentes que será parte de uma nova família global para novos segmentos. Ele já havia dito que esse modelo teria um “alto valor agregado”, que era o principal motivo para as apostas no Equinox.

O presidente da GM também disse que a arquitetura será diferente do D2XX do Cruze, confirmando que não é o SUV médio, que chega oficialmente no Brasil nos próximos dias, importado do México em uma única versão, o Premier.A Chevrolet ainda vai investir US $ 200 milhões na cadeia de abastecimento da planta argentina

Durante o AutoData Perspective Congress 2018, Miguel Fonseca, vice-presidente executivo da Toyota no Brasil, revelou alguns detalhes que indicam investimentos futuros da montadora japonesa no país, bem como o lançamento de produtos em segmentos onde ainda não atua. A marca confirmou recentemente um investimento de R$ 1,6 bilhão em suas fábricas de Sorocaba e Porto Feliz, no interior de São Paulo e perto da outra fábrica de Indaiatuba, onde o sedã Corolla de tamanho médio é fabricado.

Toyota C-HR
Toyota C-HR

O investimento está em parte relacionado com o Novo Toyota Yaris, uma escotilha compacta maior que a Etios, que será feita em Sorocaba a partir do segundo semestre de 2018. O investimento de R$ 1 bilhão para atualizar e expandir a fábrica de Sorocaba e outros R$ 600 milhões para o Porto Feliz, que terá capacidade para produzir motores aumentaram de 108 mil para 174 mil por ano.

Mas, estranhamente, Fonseca disse que não haverá aumento significativo na produção da Toyota no Brasil em 2018: “Os volumes da planta aumentarão um pouco, mas derivam da melhoria contínua e da produtividade, e não como uma ação estrutural”. tem vínculo direto com outras ações futuras da empresa, mas não revelou seus detalhes. Neste caso, há duas situações que devem ocorrer ao mesmo tempo.

Com a chegada de Yaris, haverá alguma canibalização de parte das vendas do Etios, que é natural, como também deve ocorrer em Volkswagen com Polo em relação à Gol, para cima! e especialmente a Fox. No entanto, isso não deve levar à extinção do compacto atual, que deve ter um alcance reduzido com a chegada da nova escotilha. Assim, a produção e as vendas não cresceriam muito, pois haveria uma troca de cadeiras entre o compacto.

Dado isto, o espaço extra – tanto em Sorocaba quanto em Porto Feliz – seria reservado para futuros produtos. A margem é de 66 mil unidades, parcialmente ocupada pela Yaris, com o restante disponível para expansão da programação. Outra indicação é a capacidade instalada no limite, em referência aos planos da marca para 2018, mesmo com o investimento em expansão das plantas. Miguel Fonseca apresentou números modestos contra o cenário brasileiro no mesmo período.

A Ford uniu forças com o Google, bem como o estúdio de realidade virtual Happy Finish para lançar o Ford Reality Check, um aplicativo VR que se concentra nas imprudências em uma condução distraída com seu veículo.

Esta tecnologia usa o Google Daydream VR para avisar quando o usuário ou seja o motorista distraído, seja pegando amigos em seu caminho para uma festa. Então, mensagens instantâneas, chamadas telefônicas e passageiros interessantes competirão por sua atenção, levando a uma série de distrações durante seu caminho.

Google e Ford
Google e Ford

“Estar envolvido em um acidente de carro pode ser uma experiência que altera a vida – e, infelizmente, para muitos jovens, que corta as vidas trágicamente curtas. Esperamos que, fornecendo um vislumbre frio da facilidade com que isso possa acontecer, incentivaremos jovens para dirigir com segurança “, disse Jim Graham, gerente da Ford Driving Skills for Life.

“A realidade virtual é o meio ideal para destacar os perigos da condução distraída para os jovens motoristas. Esta faixa etária é mais propensa a se envolver com VR, e os estudos sugerem experiências imersivas em mundos virtuais que podem influenciar os comportamentos no mundo real também”.

Todas as distrações e interrupções mencionadas anteriormente pelos usuários no Ford Reality Check são baseadas nas distrações mais comuns e perigosas para essa faixa etária – a maioria provêm de smartphones e passageiros. O aplicativo acompanhará a quantidade de tempo que o motorista não tem os olhos na estrada, enquanto o controlador Google Daydream portátil observa o comportamento de um telefone virtual dentro do aplicativo.

Após testes iniciais, Forddizem que 90% das pessoas que usaram o aplicativo disseram que mudariam seu comportamento de condução após o que tinham experimentado virtualmente.

O Ford Reality Check estará em exibição nos eventos Ford Driving Skills for Life nos dias 17-19 de novembro na ExCeL. O aplicativo também deverá estar disponível na Google Play Store em uma data posterior.

Antes de entrar no hospital com uma forte pneumonia, o apresentador Marcelo Rezende tão conhecido no Brasil, já sabendo que ele teria pouco tempo para viver, decidiu realizar seu grande sonho! O jornalista morreu no último dia 16 depois de ter lutado fortemente por longo cinco meses contra câncer localizado no fígado e pâncreas.

Marcelo Rezende
Marcelo Rezende

De acordo com informações da coluna “Olá” do jornal “Agora São Paulo”, o apresentador decidiu comprar o carro que ele sempre quis ter: uma Lamborghini. Marcelo Rezende até deu algumas voltas nos blocos perto da casa onde morava com o carro. O veículo foi retirado da garagem apenas cinco vezes. O jornalista confessou a realização do sonho para amigos íntimos.

Lamborghini
Lamborghini

O Peugeot 308 2018 custa R$ 69.990, E o sedan, o modelo apresentou preços reduzidos no mercado brasileiro. Ambos feitos na Argentina, o par já tem bons anos no país e algum tempo recebeu facelift. Ambos estão equipados com motor 1.6 THP de 166 CV com gasolina e 173 cv de etanol, bem como 24,5 kgfm em ambos os combustíveis, sempre com transmissão automática de seis velocidades. Bom para quem quer desempenho, pagando menos.

Peugeot 408
Peugeot 408

O Peugeot 308 2018 vem nas versões Business por R$ 69,990 e Griffe por R$ 84,990. Na primeira, mais simples, o carro vem com luzes de diurnas em LED , piloto automático com limitador, sensor de estacionamento traseiro, faróis de nevoeiro, rodas de liga leve de 16 raios, volante revestido de couro, controles de tração e estabilidade, rampa de partida, sistema de áudio com Bluetooth e USB, por exemplo. Na Griffe, o pacote inclui uma variedade de itens, incluindo sensores de chuva e crepúsculo, espelhos retrovisores eletrocrômicos, multimídia com tela de 7 polegadas, Apple Car Play e MirrorLink, jantes de liga leve de 17 polegadas, câmera traseira e ar condicionado de zona dupla, para exemplo.

O Peugeot 408 2018 tem preços de R$ 84.990 na versão Griffe e R$ 85.990 em Negócios, valor no configurador que deve estar errado, porque é uma versão mais simples, lembrando que até pouco tempo atrás, o sedan foi de R$ 90.000. O modelo perdeu o tempo atrás, a versão Business Pro, que custou R$ 69,990 e teve 1.6 THP engine, sim sim com um bom valor para o dinheiro. O negócio mais completo foi de R$ 79.590. Business Pro para clientes PCD vai por R$ 49,990, o que é muito bom.

Com as celebrações de 60 anos de fabricação de caminhões no Brasil, a Ford apresentou um protótipo de boné que emite luzes e vibra para alertar o motorista se ele dormir ao volante quando estiver dirigindo. Desenvolvido para motoristas de caminhão, ele pode ser usado por qualquer motorista para evitar que o cansaço cause novos acidentes de trânsito.

Boné da Ford
Boné da Ford

Chamada Alert Cap, vem equipada com sensores capazes de interpretar os movimentos da cabeça do motorista e adverte se ele mostra sinais de sonolência. Existem três tipos de sinais: vibratórios, visuais e sonoros. A Ford informa que foi testada há oito meses por mais de 5.000 km em condições reais de rodagem.

Boné da Ford

No momento, o protótipo está na fase de teste e deve ser patenteado em breve. A Ford diz que ainda não há planos para sua produção e comercialização no curto e médio prazo. Portanto, também não há estimativa sobre quanto custaria se fosse levado ao mercado.

A Volkswagen espera deixar a produção mexicana de Golf em 2019, o modelo do segmento médio da marca alemã está incluído no plano de mudança estratégica implementado na planta de Puebla. O modelo virá a ser produzido na América do Norte devido à pressão do sindicato de trabalhadores de Wolfsburg, que quer concentrar toda a produção do modelo, pelo menos no nível ocidental, na Alemanha.

Golf
Golf

Como é sabido, o governo da Baixa Saxônia representa os interesses dos empregos da Volkswagen e detém 20% das ações com direito a voto no conselho de administração da empresa. Com essa informação, Puebla perderá um segundo modelo em cerca de dois anos, porque até o final de 2017, o Beetle deixará a planta mexicana. Porém, em seu lugar aparecerá o novo modelo da marca, o T-Roc de acordo com fontes locais.

A fábrica latino-americana também ganhou recentemente a produção do Tiguan Allspace, a longa versão da nova geração do Volkswagen SUV, que já está sendo oferecido no mercado norte-americano e, em breve, também alcançará o brasileiro. É o veículo de maior valor agregado fabricado na unidade. A utilidade esportiva, que possui sete lugares, também é exportada para a Europa, já que a mesma é feita apenas na China para o mercado interno.

No caso do Golf, outro motivador para transferir a produção dos EUA para o país de origem é a queda significativa nas vendas de carros pequenos dos EUA. Segmentos que não são veículos utilitários esportivos e crossovers, bem como caminhões pickup, apresentam uma alta redução nas superfícies rodoviárias. A razão é o baixo preço do galão no mercado americano.

 Golf

Mas, de acordo com o site mexicano, outra razão mais importante levou o Golf de Puebla. Fala-se de um problema de qualidade séria. Diz-se que quando um ramo não produz a qualidade necessária, Wolfsburg corta o suporte dado como punição. Por enquanto, ainda é incerto qual modelo será colocado no lugar da escotilha nessa unidade. Por enquanto, a fábrica acelera o passo para a produção do New Jetta, que deverá começar a vender na região entre janeiro e março de 2018.

Fora do México, o único lugar nas Américas onde o Golf é fabricado está aqui. A unidade de São José dos Pinhais-PR, faz o modelo que até recentemente era importado do México. Mas por aqui, suas vendas são baixas, bem como todo o segmento de escotilha do meio. De agosto a setembro, as vendas médias de escotilhas caíram de 351 para 192 unidades. Em 2017, acumulam 3.300 carros vendidos no país, sendo o terceiro no segmento e em 73º no mês de setembro.

O Novo Range Rover Velar chegará ao Brasil com cinco estrelas no “baú”. Nos testes de segurança EuroNCAP, o último lançamento da Land Rover registrou desempenho de 93% para ocupantes adultos, 85% para crianças e 74% para pedestres, números que colocam o SUV na lista mais segura do mundo dos veículos mais seguros.

Range Rover Velar
Range Rover Velar

No geral, o Range Rover Velar alcançou uma classificação geral de 84%, o suficiente para garantir as 5 estrelas. Além da estrutura do próprio veículo, os sistemas de segurança contribuíram consistentemente para o escore obtido no rígido sistema de avaliação europeu.

Entre os sistemas de segurança, o Velar possui travagem de emergência autônoma com detecção de pedestres, sistema de detecção de pontos cegos, faróis a laser de 550 metros, assistência de mudança de alcance, monitoramento de fadiga, velocidade inteligente de limitador e reconhecimento inteligente de sinais de trânsito.

A Honda acaba de divulgar a Nova CB Twister 2018 para o mercado brasileiro.  O modelo chega com novidades e obtém um olhar mais atraente e esportivo para a  nova linha , graças à estreia de novas cores e gráficos para entrar na briga no segmento e desbancar as rivais. Veja a seguir todas as novidades  preços do modelo para o nosso mercado.

Nova CB Twister 2018
Nova CB Twister 2018

Novidades da Nova CB Twister 2018

Agora, a moto oferece pinturas de prata metálica, vermelho perolado e pérola azul, bem como adesivos sobre o carenagem para a nova CB Twister 2018. Disponível em ambas as versões, a tinta prateada é combinada com as rodas em vermelho para dar um toque de desportividade, enquanto os gráficos foram inspirados pela gama CB de maior deslocamento. Já na versão STD, as cores vermelha e azul são opção prateada.

Nova CB Twister 2018

Equipada com um motor de um cilindro de 249,5 cm³, o Twister tem 22,4 cv quando alimentado com gasolina e 22,6 cv com etanol (sempre a 7.500 rpm). Já o torque é de 2,28 kgfm a 6000 rpm com o combustível. A caixa de velocidades de 6 velocidades é diferenciada do principal concorrente, a Yamaha Fazer 250 que está ganhando força no segmento.

A Nova CB Twister 2018  pesa 135 kg (137 kg com ABS) e tem um tanque com capacidade de 16,5 litros. O painel digital é tipo de apagão, que só se acende quando está em uso. Vem com rodas de jantes de 17 “e freios a disco em ambas as rodas, com ABS como opção.

Nova CB Twister 2018

Tabela de Preços da Honda CB Twister 2018

Os preços da moto foram mantidos para nosso mercado sendo que: R$ 14.100 e R$ 15.640 (na versão ABS, exclusivamente em cores prateadas da moto). O modelo oferece garantia de 3 anos e as primeiras sete mudanças de óleo gratuitas para seus clientes.