Hoje vamos falar sobre os juros de moto usada este é assunto mundo pesquisado para quem pretende financiar um motocicleta, seja ele de 150 cc ou 1000cc. Então fique conosco que separamos dicas especiais para você.  

Quando se trata de juros de moto usada, você está pensando em  financiamento, solicitação de empréstimo ou qualquer outra situação que envolva sua vida financeira, é de suma importância que as simulações de taxas de  juros sejam realizadas em bancos e empresas que fornecem o serviço.


Além disso, todas as suas dúvidas devem ser resolvidas antes da assinatura do contrato. Só então você terá certeza de que está trabalhando com o banco ou empresa que melhor se adapta ao seu perfil.

Juros de moto usada

O valor da taxa de um moto usada pode variar dependendo do banco no qual o dinheiro deve ser solicitado, bem como o valor total que será dado. Portanto, é possível negociar com o banco para tentar baixar a taxa de juros antes de assinar o contrato que a instituição oferecer.

Separamos uma média aproximada das  taxas de juros mínimas cobradas pelos alguns bancos mais conhecidos . Veja a tabela abaixo:


BancosTaxa de Juros de Moto Usada
Caixa1,24%
Bradesco1,81%
Yamaha2,25%
ItaúNão foi informado
Banco do BrasilNão foi informado

 

Vantagens além das taxas de juros de motos

Cada banco tem sua própria política para essas situações. Portanto, eles escolhem o que podem oferecer vantagens para você fechar o negócio.  Veja a seguir alguns benefícios.

BancoBenefícios
YamahaExistem alguns modelos de crédito e condições de pagamento, que podem ser escolhidos antecipadamente pelo cliente..
CaixaO prazo de pagamento pode chegar a 5 anos, e o banco oferece financiamento de até 90% do valor da motocicleta.
Banco do BrasilO prazo de pagamento pode chegar a 3 anos, e o banco oferece financiamento de até 100% do valor da motocicleta.
BradescoO prazo de pagamento e o valor do financiamento dependem da análise de crédito realizada.
ItaúO prazo de pagamento e o valor do financiamento dependem da análise de crédito realizada.

 




Conteúdo Correspondente:

Escreva um comentário