No decorrer da apresentação do Passat 2018, que agora conta com o valor novo de R$ 164.620  ganha multimídia com uma tela de 9.2 polegadas com sensor de gestos e voz, a Volkswagen anuncia uma reorganização em seu portfólio de modelos mais caros, que é simplificado no mercado nacional.

Volkswagen Jetta
Volkswagen Jetta

Para a marca alemã, os modelos que constituíram essa linha em 2017 foram Jetta, Beetle, Passat, CC, Tiguan e Touareg. Agora, com simplificação, apenas Jetta, Passat, Tiguan e Touareg permaneceram, resultando em uma redução nas combinações de conteúdo de 55 a 34 opções, uma redução geral de 76%.

Com isso, a ênfase no momento será no quarteto, que teve mudanças na linha 2018. O Jetta – ainda da geração antiga – perde duas combinações de itens e adiciona 14 no total em duas versões. O Passat agora tem apenas uma versão com duas combinações (com e sem teto solar panorâmico).


No caso do Tiguan – ainda da geração anterior e importado da Alemanha – o modelo perdeu 15 opcional, agora tem apenas quatro. Somente o Touareg manteve as mesmas opções do ano / modelo 2017, totalizando 14 em duas versões (V6 e V8). O Jetta atualmente sai de R$ 94.190 na versão Comfortline 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, e também possui a versão Highline 2.0 TSI de 211cv e 28,5 kgfm, que sai por R $ 108.600.

O Tiguan está disponível apenas com o mesmo motor 1.4 TSI e apenas com tração dianteira, mas com caixa de velocidades DSG de seis velocidades, que custa de R$ 128.270. O Touareg V6 possui um motor VR6 3.6 de 280 cv e custa R$ 337.630 em comparação com R$ 402.744 para a versão V8 R-Line, que possui um motor 4.2 litros V8 de 4.2 litros e uma transmissão automática tiptronic de oito velocidades. Ambos têm quatro rodas motrizes.

No caso do Touareg, ainda não se sabe exatamente quando a geração atual será oferecida. Por enquanto, como o novo ainda não foi lançado oficialmente, embora amplamente divulgado pela marca, a oferta deve continuar por um longo período de tempo, já que os planos da Volkswagen consideram o Atlas como seu novo SUV topo de linha, que tem sete assentos.

Neste caso, o preço modelo importado dos EUA deverá ser inferior ao preço Touareg. O que deve permanecer é o motor VR6 3.6 de 280cv, que terá a mesma caixa de velocidades Jettrick da Tiptronic de 8 velocidades. Já sem o Beetle, que morrerá definitivamente nessa geração, a expectativa é a chegada de Arteon, embora este não esteja oficialmente nos planos da marca para substituir o antigo CC.





Conteúdo Correspondente:

Escreva um comentário