A Volkswagen planeja produzir seu primeiro SUV no Brasil, , apostando em uma recuperação no maior mercado da América Latina, apesar dos sinais de cautela de rivais como a Honda.

A VW informou em comunicado que investirá 2 bilhões de reais (US$ 595 milhões) para fabricar o subcompacto T-Cross SUV em sua fábrica de São José dos Pinhais, no sul do Brasil.

A empresa começará a vender o T-Cross no primeiro semestre de 2019, disse, acrescentando que o projeto faz parte de 7 bilhões de reais de investimentos planejados até 2020 para atualizar o line-up em sua “maior ofensiva de lançamento de produtos de todos os tempos” no Brasil. .


A participação de mercado da Volkswagen no Brasil encolheu na última década, à medida que novos participantes abriram fábricas locais assim que uma recessão tomou conta. Uma recuperação impulsionada pelas exportações no setor no ano passado e taxas de juros recorde-baixas renovaram a esperança para algumas montadoras globais.

Honda com Cautela 

Nem todo mundo está convencido. A Honda disse separadamente que vai consolidar toda a produção de veículos em sua fábrica de Itirapina, convertendo uma fábrica de 20 anos em Sumaré de veículos para motores e outras partes.

A transição deve estar concluída até 2021 nas fábricas, ambas localizadas no estado de São Paulo.

A Honda anunciou a nova fábrica de Itirapina no início desta década como uma maneira de dobrar a capacidade no Brasil em meio à demanda interna em expansão, mas a crise interferiu nos planos, disse um assessor de imprensa na quarta-feira.

Na terça-feira, o governo disse que a produção industrial do Brasil expandiu em fevereiro no ritmo mais lento em cinco meses, reforçando um ritmo desigual de recuperação econômica no primeiro trimestre do ano.

A fábrica de Honda em Itirapina foi concluída em abril de 2015 com capacidade para produzir 120.000 veículos por ano em dois turnos, mas a montadora até agora manteve as linhas ociosas.

“Embora o mercado local tenha se recuperado recentemente, a perspectiva de crescimento permanece abaixo dos volumes previamente previstos”, disse o comunicado da Honda.

Volkswagen T-Cross
Volkswagen T-Cross




Conteúdo Correspondente:

Escreva um comentário