A montadora japonesa está em festa com seus 15 anos do modelo Honda Fit no Brasil. Não há como negar que modelo em questão é um dos “queridinhos” dos brasileiros, apesar de ser um carro com preço alto. Prova disso é que a minivan acaba de completar seus 15 anos de “vida” no mercado nacional com a marca histórica de 545 mil exemplares emitidos no período. Um dos trunfos do modelo é o amplo espaço e a modularidade do interior.

Primeira geração do Honda Fit

A primeira geração do Honda Fit chegou em 2003 já com produção nacional. O modelo foi comercializado nas versões de acabamento LX e LXL, ambas equipadas com um motor a gasolina de 1.3 litros e 80 cavalos com caixa de velocidades manual ou automática do tipo CVT. Em 2005, passou a oferecer a versão EX, que foi diferenciada pelo motor 1.5 com controle variável VTEC, 16 válvulas e potência de 105 cv.

Honda Fit 2018
Honda Fit 2018 (Foto: Divulgação)

No ano de 2007, a Honda anunciou a chegada de versões equipadas com motor 1.3 litro flex. Um ano depois, foi a vez da estreia do Fit S, que teve uma aparência mais “esportiva”.

A segunda geração do Honda Fit veio em 2008 com as versões LX, LXL, EX e EXL, com motores 1.3 e 1.5, ambos flex e 16V e, em vez do CVT, um automático de cinco velocidades. No ano de 2011, a marca anunciou o Fit DX como o mais básico da linha e em 2012 o primeiro facelift do segundo modelo. Em 2013, foi a vez do pseudo-aventureiro Fit Twist.

Geração atual

A terceira e atual geração do Honda Fit foi introduzida em nosso mercado no ano de 2015. Mais moderno, o carro também trouxe uma série de características e marcou o retorno da transmissão CVT. O “crossover” WR-V baseado em Fit foi lançado em 2017. No mesmo ano, a marca introduziu o Fit com facelift e novos equipamentos de segurança (como controles de estabilidade e tração e um assistente de rampas).





Conteúdo Correspondente:

Escreva um comentário